Porto de Lisboa movimenta 1,4 milhões de toneladas de mercadorias para as ilhas

lisboa 3O Porto de Lisboa registou em 2020 um total de 1,4 milhões de toneladas na movimentação de mercadorias com as Regiões Autónomas dos Açores e Madeira, representando 15% do total de mercadorias movimentadas no Porto de Lisboa.
De salientar que, do total da carga contentorizada movimentada na Região Autónoma dos Açores, 60% tem origem ou destino no porto de Lisboa, enquanto na Região Autónoma da Madeira, esta quota sobre para 88%, «posicionando Lisboa como o porto nacional líder neste tráfego».
Entre as mercadorias mais movimentadas, destacam-se os produtos destinados ao consumo alimentar, como leite e natas, frutas e legumes e outros preparados alimentares, bem como produtos para transformação como madeiras em bruto.
José Castel-Branco, do Conselho de Administração do Porto de Lisboa, refere que «durante a pandemia, o volume de carga movimentado com as Regiões Autónomas, com especial relevo no abastecimento alimentar de e produtos relacionados com a saúde, revela a importância estratégica do Porto de Lisboa, não só no continente, como para a Madeira e Açores.»
Este tráfego é efetuado em dois terminais situados na zona oriental do porto de Lisboa, o Terminal Multipurpose de Lisboa (operado pela TSA) e o Terminal de Contentores de Santa Apolónia (operado pela Yilport Sotagus) registando-se, contudo, operações complementares noutros terminais do porto situados na margem sul, no que respeita a outras tipologias de carga, como por exemplo granéis agroalimentares.
Atualmente, operam no porto de Lisboa cinco linhas regulares com regularidade semanal que garantem as ligações entre Lisboa e as Regiões Autónomas, Açoreana (do grupo Bensaúde), Açores Expresso (Transinsular), Madeira Expresso (Transinsular), Tráfego da Madeira (Grupo Sousa), Tráfego dos Açores (Grupo Sousa), tendo totalizado 313 escalas, em 2020.