barra-vela1.jpg

Ano Cheio de Vela Internacional no Clube Naval de Cascais

velcascais hpA começar em finais de Agosto com o Mundial de SB20 seguindo-se a RC44 Cascais Cup em Setembro e fechando em Outubro com os TP52 SuperSeries, o Clube Naval de Cascais impõe-se com o seu alto nível de organização como um destino europeu seguro para a vela internacional mais competitiva.
A festa da vela em Cascais tem início em 26 a 28 de Agosto com a clássica Cascais Vela 2016, prova rainha do CNC, que se disputa pela 16ª vez e inclui várias classes, este ano, pela primeira vez, também a classe SB20. E em virtude do campeonato mundial desta classe ter inicio imediatamente a seguir ao final do Cascais Vela, torna-se assim o préevento do mundial.
Como estão já confirmadas as presenças de cerca de 100 barcos e mais de 4 centenas de velejadores e respetivos acompanhantes, durante os três dias de evento, a dar grande animação a Cascais.velcascais 1 
Para terminar o evento, o Clube Naval de Cascais organiza um Jantar Oficial para cerca de 450 convidados.
A organização do Campeonato do Mundo de SB20, um barco criado e desenhado pelo arquitecto português Tony Castro, é mais uma vez um evento que será motivo de orgulho para o CNC, para o concelho de Cascais e para o país, trazendo ao campo de regatas da baía os melhores praticantes desta classe a nível global.
Durante sete dias, de 29 de Agosto a 4 de Setembro, estarão em prova 80 embarcações, em representação de 10 Países, Alemanha, Austrália, França, Grã-Bretanha, Itália, Holanda, Irlanda, Portugal, Rússia e Suíça. 
Pela 5ª vez consecutiva, de 21 a 25 de Setembro, o Clube Naval de Cascais organiza o RC44 Cascais Cup, a penúltima das 5 etapas que compõem o calendário da Classe RC44.
Este Troféu promete voltar a ser em 2016, um dos momentos mais altos da época de uma das mais competitivas classes de monocascos one design do momento, à semelhança do campeonato do mundo no ano transacto. Com presença assídua de alguns dos profissionais de topo da alta competição a nível mundial, os cinco dias de regatas seguramente serão marcados por uma extrema competitividade., com uma frota de 11 barcos, oriundos de 6 países, Eslovénia, França, Grã-Bretanha, Mónaco, Rússia e Suécia.
Em Outubro, Cascais volta a ser o local de eleição dos promotores da 52 Super Series. Esta Classe conta com os melhores velejadores do mundo e desde 2010 que os competitivos TP52 visitam a costa atlântica de Cascais. Esta prova tem por hábito proporcionar tudo o que se espera da alta competição da vela profissional, nomeadamente excelentes condições para aa regatas e um ambiente de referência, ideal para fomentar o convívio entre atletas, organizadores, convidados e adeptos da modalidade.velcascais 2
Espera-se que a frota este ano vai manter-se num plano superior e as regatas que compõem o calendário sejam disputadas por 11 barcos, 170 velejadores, oriundos de 8 países, Alemanha, E.U., França, Grã-Bretanha, Itália, Rússia, Suécia e Turquia.
As regatas tiveram início no final de Maio, na Toscana, a que se seguirão as etapas a disputar na Sardenha, em Maiorca e em Menorca, estando a grande final agendada para Cascais, onde os novos campeões serão coroados.