barra-vela.jpg

Javier Sanso volta a ser o Espanhol Voador

javiersanso rtEm dois dias Javier Sanso percorreu 350 milhas com o seu “Acciona 100% EcoPowered” e voltou a voar, recuperando do atraso que tinha, já está em 10º lugar e a chegar agora mais perto da parte superior da frota.

Enquanto isso, em Tenerife, chegou  “Gutek "Zbigniew Gutkowski no “ENERGA”  que se tormou no 6º barco a abandonar a prova com problemas no piloto automático e desesperado pelo fracasso da eletrônica. O líder, Armel Le Cléac'h, no “Banque Populaire”, cruzou a linha do Equador em 10 dias 19 horas e 18min e foi apenas por oito horas que as calmarias dos Doldrums o impediram de bater o recorde de 10 dias, 11 horas e 28 minutos Jean Le Cam estabelecidos em 2004.

Le Cléac'h fez o segundo mais rápido tempo na história da corrida, batendo facilmente os 12 dias 08 horas e 58 minutos que Loïck Peyron conseguiu em 2008-09. Atrás do “Banque Populaire” vai o “Macif”, de François Gabarte, apenas a 52 milhas e o “PRB” do francês Vincent Riou a 70 milhras. Até ao 6º classificado, o “Hugo Boss”, do inglês Alex Thomson, que se encontra a 119 milhas, as diferenças nas distância que se encontram uns dos outros são bastante pequenas.