barra-vela.jpg

Beyou desiste e vai a motor para Cabo Verde

maitre-coq dPara Jérémie Beyou: "A corrida acabou." Depois de ser incapaz de encontrar uma solução segura, para resolver o problema da quilha quebrada do Maitre CoQ, Beyou ligou o motor e desviou-se na noite de sábado para encontrar abrigo com segurança no porto de Mindelo das ilhas de Cabo Verde

 Com de 36 anos de idade, Beyou é um dos capitães mais talentosos de França e era um dos candidatos para ganhar este ano. 

"A situação é clara, a maneira como segurei a quilha agora vai resistir para apenas ir encontrar um abrigo", disse Beyou. "Mas isso não será suficiente para enfrentar toda a pressão e peso durante a corrida ao redor do mundo. Eu liguei o motor. A corrida para mim acabou. "
O Banque Populaire continua à frente perseguido de perto pelo Vibrac Paprec, o Macif, também veleiros franceses e o suiço Cheminées Poujoulat, todos a menos de 40 milhas de distância.