barra-vela1.jpg

Vela Nacional nos Jogos Olímpicos

adfmMaior comitiva de sempre em Londres
Na Grã-Bretanha vão estar velejadores portugueses a representar oito classes, 49er, Laser Standard, Laser Radial, Star, RS:X, RS:X Feminino, 470 e Match Racing Feminino. No total, serão 13 os atletas que estarão, entre 29 de Julho e 11 de Agosto, em águas de Weymouth e Portland.

A Skandia Sail For Gold Regatta, na Grã-Bretanha, foi o último evento disputado para a vela portuguesa garantir a presença nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, com a maior representação de sempre, em número de classes e em número de velejadores.
Bernardo Freitas/Francisco Andrade em 49er, Sara Carmo em Laser Radial e Gustavo Lima em Laser Standard foram os últimos velejadores nacionais a garantirem a sua participação nos Jogos
A dupla de 49er e os velejadores dos Laser conseguiram a presença nas olimpíadas britânicas depois de, no somatório do Troféu Princesa Sofia e da Skandia Sail for Gold Regatta, terem somado mais pontos que os seus adversários: “Foi uma selecção muito equilibrada. O nível subiu imenso e agora há que trabalhar bastante até aos Jogos”, afirma Rui Reis, coordenador do projecto olímpico. Freitas e Andrade terminaram a prova inglesa no 20º lugar, atrás de Lima e Costa que foram 16º.
Em Laser Radial, Sara Carmo encerrou na 40ª posição, enquanto Inês Sobral foi 61ª. Gustavo Lima foi 31º em Laser Standard e Rui Silveira quedou-se pelo 70º posto.
Afonso Domingos/Frederico Melo foram 12ª posição na classe Star e João Rodrigues acabou a Skandia Sail for Gold Regatta em 21º em RS:X.
Nos 470, Álvaro Marinho/Miguel Nunes ocuparam o 26º lugar e António Matos Rosa/Ricardo Schedel o 40º.
No Match Racing feminino Rita Gonçalves/ Mariana Lobato/Diana Neves terminaram na 10ª posição, depois de nas repescagens terem somado quatro vitórias e duas derrotas.
Carolina Mendel Blatt em RS:X não esteve no Skandia Sail, pois já estava apurada desde a sua participação Mundial.