barra-outros.jpg

1ª etapa do Campeonato nacional de Bodyboard

lp hpA Praia do Paraíso, na Costa de Caparica, apresentou ontem boas ondas de 1m, permitindo terminar em alta a primeira etapa do Campeonato Nacional de Bodyboard 2015 e proporcionando um grande espectáculo ao muito público presente. A categoria Open foi a mais disputada e acabou por coroar Hugo Pinheiro como campeão.
Um dos grandes atletas do bodyboard português, com diversos títulos nacionais, europeus e mundiais, Pinheiro não deu hipóteses aos seus adversários e mostrou-se sempre muito focado em todas as suas baterias, acabando por arrancar o ano competitivo à frente do ranking nacional.  “Foi complicado lidar com a pressão, pois tive sempre heats complicados... mas consegui superá-los, apesar do mar, que não estava fácil de ler. Neste caso o conhecimento local não influenciou muito, pois acho que estas condições nivelam bastante a competição. Estou feliz com esta vitória, pois nunca deixei de me focar no meu objectivo, que era o primeiro lugar.  
Hugo Pinheiro deixou António Cardoso, da Nazaré, em segundo lugar, Silvano Lourenço, de Peniche, em terceiro, e Dino Carmo, também da Nazaré, em quarto. Destaque ainda para as prestações de Daniel Fonseca, Miguel Adão, Gualter Correia e Nicolas Rosner, que terminaram as suas prestações nas meias-finais.  
No feminino, vitória para a campeã nacional, Joana Schenker, de Sagres, que deixou a actual campeã do mundo, Teresa Almeida, da Nazaré, em segundo lugar, a local Marta Leitão em terceiro e Ana Peres no quarto posto. “Vim propositadamente de Faro para a competição, pois o meu objectivo é renovar o título de campeã nacional, afirmou a atleta algarvia. Já para Teresa Almeida, que assumia o mesmo objectivo, “foi um heat difícil, com o mar complicado e as outras atletas igualmente bem. Mas continuo focada no título nacional!” Em dropknee, Luís Pereira, da Figueira da Foz, fez um regresso triunfal à competição, vencendo todas as suas baterias nesta primeira de duas etapas da categoria, deixando Diogo Pimenta no segundo lugar, Hélio Conde no terceiro e Tiago Fazendeiro no quarto. “Vim à Caparica com o objectivo de ganhar reconhecimento, para ser chamado à selecção nacional e, claro, também com vontade de ganhar. Não foi uma final fácil, mas consegui vencer,” afirmou o ex-campeão nacional júnior. 
Realizou-se ainda o Encontro Nacional de Desporto Escolar, com a presença dos oito centros nacionais desta modalidade e cerca de 150 atletas, que competiram amigavelmente entre si e fizeram a festa entre os mais novos.  Na disciplina de bodyboard, vitória para João Polónia, do centro de Viana do Castelo; no surf feminino, Inês Cavaco, de Portimão, foi a grande vencedora; no surf infantis, Afonso Bessonne, da Costa de Caparica, levou a melhor; no surf iniciados, Ricardo Augusto, também de Portimão, conquistou o primeiro lugar; em surf júnior, João Dantas, do agrupamento de escolas Ibn Mucana, em Cascais, foi o vencedor; e no surf juvenil, João Moreira, do mesmo centro de formação, também levou a melhor sobre a concorrência.
 
Foto: Gonçalo Silva