barra-pesca.jpg

VERT PRO/AM 2014 termina com vitórias de Silvano Lourenço e Nuno Leitão

vertpro final hpO Vert Pro/Am 2014 terminou ontem na Praia do Pisão, em Santa Cruz, com vitórias de Silvano Lourenço e Nuno “Batata” Leitão. O bodyboarder de Peniche usou de toda a experiência e mestria para levar de vencida a categoria rainha do evento: a Pro/Am.

Já “Batata”, de Carcavelos, voltou a mostrar porque é considerado um dos mais talentosos bodyboarders que Portugal alguma vez viu. Ele não só venceu a divisão Dropknee, como ainda alcançou os 1/4 de final da Pro/Am graças a desempenhos bem convincentes.

Nicolas Rosner também está de parabéns uma vez que marcou presença nas duas finais, tendo sido mesmo o homem da jornada. No último dia competiu em nada mais nada menos que sete heats.

As condições meteorológicas do primeiro dia quase deitaram tudo a perder, pois o nevoeiro intenso obrigou a que a competição só começasse por volta das 17h. Foram realizadas 12 baterias e tudo o resto ficou para o segundo dia de prova, ontem.

Mesmo assim são de assinalar as boas ondas que marcaram sempre presença, com cerca de um metro, e o facto do evento ter captado a atenção de bons atletas como, por exemplo, António Cardoso, Simão Monteiro, Dino Carmo, Jaime Jesus, Rui Barreira, João Imaginário ou Pedro Neto Silva.

Stephanos Kokorelis, por sua vez, chegou mesmo à final da Pro/Am, mas não conseguiu melhor que o 4º lugar. Nicolas Rosner foi terceiro classificado, enquanto Daniel Fonseca, que chegou a liderar a bateria, acabou na segunda posição. O grande vencedor, como já referido, foi Silvano Lourenço que colocou em jogo toda a raça que construíram a sua carreira de atleta e o levaram a vitórias inesquecíveis.

No categoria Dropknee Tiago Martins (Patachão) ficou-se pelo quarto lugar. Nos últimos minutos Nicolas Rosner empurrou David Rafachinho para a terceira posição e garantiu o 2º lugar. O lugar cimeiro do pódio foi preenchido por Batata (Nuno Leitão) que esteve imparável nos tubos, snaps de backside e floaters de frontside.

Ao nível dos troféus paralelos, estes foram entregues a Marta Leitão (Melhor Atleta Feminina) e Ricardo Esgaio (Melhor Júnior e Melhor Score do evento).

 

FOTO: Nuno Cerveira/Vert