Carina Duarte e Nicolau Von Rupp vencem quarta etapa da Liga MOCHE

dia3 hpA campeã nacional de surf em título, Carina Duarte, venceu o Allianz Algarve Pro, que hoje terminou, com boas ondas de 1.5m, na Praia do Amado, em Aljezur.

Com muito bom surf na final, Carina repetiu a vitória conquistada na Ericeira e venceu mais uma etapa da Liga MOCHE, voltando assim a lançar-se na luta pela revalidação do título.

Com um total de 15.50 pontos em 20 possíveis, Carina superiorizou-se claramente às outras três finalistas, deixando a líder do ranking nacional feminino, Teresa Bonvalot, em segundo lugar, Constança Coutinho, de volta às finais, em terceiro e Ana Sarmento no quarto posto, também na quarta final que disputou este ano.

“Na nossa final o mar ficou de gala!”, comentou Carina. “Mais do que vencer, gostei de sentir que estava a surfar bem, a evoluir de onda para onda. Eu adoro este tipo de ondas, com força, por isso senti-me muito bem dentro de água. É claro que a vitória deu-me bastante motivação para continuar a evoluir na Liga MOCHE,” concluiu Carina.

As maiores surpresas da prova feminina aconteceram na segunda meia-final, com as eliminações de Camilla Kemp e Francisca Santos, ex-campeã nacional, que assim terminaram a par das jovens esperanças Mariana Assis e Inês Silva.

Na prova masculina, Nicolau Von Rupp confirmou o favoritismo que vinha a mostrar ao longo de toda a etapa, vencendo o Allianz Algarve Pro com performances acima da média. Na final, Von Rupp bateu por pouco Francisco Alves, da Costa de Caparica, que assim também voltou ao pódio, mostrando igualmente bom surf e uma atitude muito tranquila.

“O dia de hoje foi bastante exigente do ponto de vista físico. Fizemos quatro heats num mar com muita força, mas acabei por conseguir esta vitória, na praia onde disputei o meu primeiro campeonato de surf, o que me deixou bastante satisfeito e motivado,” afirmou o vencedor, que também fez a melhor onda e o melhor score do evento, respectivamente 9.5 e 16 pontos em 10 e 20 possíveis.

Nicolau conseguiu essa pontuação nas meias-finais, onde bateu o surfista brasileiro radicado em Portugal Pedro Henrique, ex-campeão mundial Pro Junior e ex-membro do principal circuito mundial de surf.

Pedro Henrique foi assim terceiro classificado nesta etapa, depois de um quinto lugar no Porto, a par do galego residente em Portugal Gony Zubizarreta, que alcançou as meias-finais das três etapas da Liga MOCHE em que participou este ano.

Pedro Henrique foi ainda responsável pelo quinto lugar do líder do ranking nacional, Vasco Ribeiro, eliminado nos quartos de final homem-a-homem, a par de Luca Guichard, João Guedes e Miguel Blanco.

Vasco não conseguiu garantir aqui o seu terceiro título nacional por antecipação, mas tem agora em Frederico Morais (ausente em Aljezur) o seu único rival nessa disputa, que ficará adiada para a quinta e última etapa da Liga MOCHE, em Setembro. Frederico terá de vencer essa etapa para revalidar o título e esperar que Vasco não alcance as meias-finais, caso contrário será Vasco o campeão nacional de surf deste ano.

Ao nível dos troféus paralelos, estiveram também em disputa no Allianz Algarve Pro as qualificações para os Moche Wildcards da etapa portuguesa do circuito mundial, que continuam lideradas por Vasco Ribeiro, com José Ferreira em segundo lugar, Miguel Blanco em terceiro, Tomás Fernandes em quarto e Gony Zubizarreta em quinto.

Na Malibu Expression Session, que atribuiu 500€ à melhor manobra, a vitória foi para o júnior açoriano Jácome Correia, graças a um snap layback cheio de estilo. Destaque ainda para a participação, neste troféu e na prova principal, do campeão nacional sub-12 em título, João Vidal, que aos 11 anos de idade juntou-se a Frederico Morais como o surfista mais jovem de sempre a competir numa etapa do circuito nacional de surf open.