barra surf

Pedro Henrique destaca-se no segundo dia do Sumol Porto Pro

lmoche 1 hpO segundo dia do Sumol Porto Pro, a terceira etapa da Liga MOCHE, que decorre desde ontem na Praia Internacional, viu hoje concluídas mais duas fases da prova masculina, bem como a primeira feminina.

Em boas ondas de meio metro, os melhores surfistas nacionais continuaram a mostrar bom surf perante o muito público interessado que apareceu neste Sábado de sol e calor.

Logo a partir das 8h da manhã deu-se início à segunda fase da prova masculina, onde surgiram as primeiras surpresas. Surfistas como Ivo Cação, Luca Guichard, Guilherme Fonseca, João Kopke, João Guedes (local do Porto e campeão nacional em 2009) ou Nicolau Von Rupp – vencedor desta prova em 2011 – terminaram por aí as suas prestações, contrariando os resultados que obtiveram até aqui na Liga MOCHE 2014.

Já na terceira fase, o maior destaque vai para Pedro Henrique, brasileiro radicado em Portugal, que conseguiu o maior score do dia, 16 pontos em 20 possíveis, igualando a prestação de Frederico Morais ontem.

“Comecei bem a bateria e consegui acertar dois bons aéreos. O vento que se fez sentir durante a tarde estava propício a esse tipo de manobras, o que me deixou bastante satisfeito,” afirmou o ex-campeão mundial júnior e ex-atleta da elite mundial, que assim passou para a fase homem a homem na primeira etapa da Liga MOCHE em que participa.

Em destaque nesta fase estiveram também Frederico Morais, Vasco Ribeiro, Ruben Gonzalez, Eduardo Fernandes, José Ferreira, Justin Mujica e Tomás Fernandes, todos igualmente com presença garantida nos quartos de final.

José Ferreira, finalista na etapa anterior, foi o responsável pela segunda melhor pontuação total do dia (15 pontos), mostrando o seu elevado grau de concentração na Liga MOCHE deste ano.

“Consegui escolher boas ondas e aplicar o meu surf nelas, o que me deixou bastante confiante. Adoro esta etapa, pois tem muito bom ambiente e público atento, sempre a puxar por nós... aliás, sinto-me mesmo em casa, aqui,” confessou Zé Ferreira.
Eliminados neste terceiro round ficaram surfistas como o vice-campeão nacional Miguel Blanco, Edgar Nozes, Francisco Alves, Joackim Guichard, Miguel Mouzinho e Filipe Jervis, bem como as boas surpresas João André e Pedro Coelho.

Na primeira fase da prova feminina, destaque para Constança Coutinho e Yolanda Sequeira, que venceram as suas baterias, à frente de atletas como as ericeirenses Ana Sarmento e Carina Duarte – campeã nacional em título.

Teresa Bonvalot, actual líder do ranking nacional e Camilla Kemp, vice-campeã em 2013, foram as outras vencedoras das baterias dos quartos de final, com Kathleen Barrigão e Leonor Fragoso a juntarem-se-lhes nas meias finais.