barra surf

Frederico Morais segue em frente em dia de muito boas ondas

az7 hpA primeira fase do SATA Airlines Azores Pro presented by Sumol 2013, quinta etapa Prime do circuito mundial de surf de qualificação, terminou esta manhã, com a qualificação de um surfista português para o round seguinte.

A praia de Santa Bárbara apresentou ondas de meio metro, bem formadas, durante toda a manhã, complementadas pela total ausência de vento e um dia digno dos melhores de Verão.

No período da manhã realizaram-se as oito últimas baterias do primeiro round, com a presença de três surfistas portugueses. Frederico Morais, actual líder do ranking nacional e Top 5 mundial júnior em 2012, venceu a sua eliminatória de forma destacada, batendo os seus fortes adversários por larga margem, numa clara demonstração da boa forma que atravessa.

“Estou muito contente por conseguir passar o meu primeiro heat num Prime,” afirmou Frederico. “Apostei nas esquerdas, como em Lacanau, onde me dei bem… e parece estar a resultar! As esquerdas e a prancha, que já é velha mas que está a funcionar muito bem. É uma flyer, do Al Merrick, toda cheia de mossas, mas é a minha prancha mágica para estas condições. Agora espero que as previsões acertem e que as ondas subam, pois gostava muito de continuar a mostrar bom surf neste evento, que é super-importante para mim… aliás, todos os que agora se vão realizar em Portugal, até ao final de Outubro,” concluiu o surfista de Cascais, um dos wildcards nesta prova.

Já Tiago Pires (único português na elite mundial do WCT) e Vasco Ribeiro (bi-campeão nacional em título), os outros dois surfistas nacionais ainda em prova no início deste dia, não seguiram o exemplo de Frederico, acabando eliminados. Tiago ensaiou aqui o seu regresso à competição, após alguns meses afastado devido a uma lesão, e Vasco somou pontos importantes para o seu ranking mundial, beneficiando do wildcard que também recebeu.

Esta manhã, destaque ainda para as jovens estrelas Granger Larsen (Haw), Conner Coffin (EUA), Charles Martin (Fra) e David do Carmo (Bra), bem como para os veteranos Nathan Hedge (Aus) e Jay Thompson (Aus), e para os Top 32 Miguel Pupo (Bra) e Jeremy Flores (Fra), também eles a avançarem nas suas respectivas baterias com muito bom surf.

Posteriormente a competição entrou em "stand-by", devido à maré cheia, retomando cerca das 15h, com as primeiras oito baterias do segundo round. E como valeu a pena esperar!... com o início da segunda fase o mar subiu, como previsto, apresentando algumas das melhores ondas que a perna europeia do circuito mundial já recebeu até agora. Picos triangulares, com cerca de 1m a 1,5m, deixavam os competidores ansiosos por entrar em acção, tornando as baterias um enorme espectáculo para o imenso público que assistia!

E aqui a experiência falou mais alto, com os surfistas da elite mundial a dominarem estas baterias, que se decidiram praticamente todas graças a pontuações acima dos 14 pontos. Filipe Toledo voltou a fazer o melhor score do dia – 17.70 pontos em 20 possíveis – mostrando-se muito à vontade com todo o tipo de surf possível de apresentar na praia de Santa Bárbara.

Mas os seus colegas do WCT também puxaram do estatuto e mostraram porque fazem parte do Top 32 mundial. Alejo Muniz, Brett Simpson, Kolohe Andino, Willian Cardoso, Adam Melling e CJ Hobgood foram alguns dos melhores surfistas da tarde, avançando todos para a terceira fase.

Mas também houve surpresas, como as eliminações do basco Aritz Aranburu e do brasileiro Jadson André, ex-membros do WCT, de Messias Félix, vencedor desta etapa em 2012, ou dos jovens Perth Standlick e Ramzi Boukhiam, que têm vindo a fazer boas prestações ao longo deste ano no circuito de qualificação.

Destaque ainda para as excelentes performances de Hizunomê Bettero, Ryan Callinan, Marco Fernandez, Thomas Hermes, Joan Duru e Keanu Asing, que também avançaram para o terceiro round com muita determinação.

Amanhã a chamada está marcada novamente para as 7h30m, com a previsão a apontar para condições semelhantes às de hoje à tarde e muito bons sinais para os restantes dias de prova. Frederico Morais, agora o único português em prova, compete na segunda bateria do dia, que tem início previsto para cerca das 8h.