barra-surf

Colômbia fechou quadro de 2015

atletas 2015O quadro competitivo permanente da edição de 2015 do Red Bull Cliff Diving World Series está finalmente completo depois da sessão de qualificação realizada no último fim-de-semana em Cali, na Colômbia. Cinco atletas, entre consagrados e novos valores, garantiram o seu lugar e vão-se juntar, a partir de abril, ao Top 5 do ano passado, na luta pelo título.

A Colômbia recebeu pela primeira vez, no último fim-de-semana (7 e 8 fevereiro), a sessão de qualificação do Red Bull Cliff Diving World Series, reunindo no complexo de piscinas pan-americanas de Cali um total de 17 candidatos de 11 países. Uma enorme estrutura metálica foi montada no local especialmente para o efeito, permitindo assim a construção de uma plataforma com a altura oficial da modalidade: 27 metros.

Em causa estavam os últimos cinco lugares do quadro permanente da competição, uma disputa que envolveu muitas caras conhecidas e alguns estreantes nos saltos para a água de grande altura. Sem grande surpresa, a figura central desta jornada deu pelo nome de Jonathan Paredes - o mexicano que se tem afirmado nos últimos anos como um dos mais dinâmicos representantes da nova geração de saltadores. Seguiram-se, respetivamente, o britânico e ex-atleta olímpico Blake Aldridge, o checo Michal Mavratil - que ficou famoso pelo seu salto de super-homem - e o norte-americano Andy Jones, um dos estreantes da época de 2014. Para fechar este lote o brasileiro Jucelino Junior - nome que figurou nos últimos anos entre os wildcard - fez história ao ser o primeiro atleta do seu país a ganhar o direito de participar em todo o circuito mundial.

Dois saltos obrigatórios com grau de dificuldade limitado e outros tantos opcionais permitiram ao júri internacional avaliar o potencial e qualidade de cada atleta. Os cinco melhores juntam-se ao Top 5 da época de 2014, constituindo o quadro permanente de 2015, enquanto os restantes poderão ser chamados ao longo do ano como wildcards.

O calendário de 2015 é composto por oito etapas, com arranque em abril próximo na Colômbia. No mapa da competição entram também La Rochelle (França), Texas (EUA), Copenhaga (Dinamarca), Açores (Portugal), Mostar (Bósnia e Herzgovina), Polignano a Mare (Itália) e Bilbao (Espanha).