barra-surf

Portugal é Vice-Campeão do Mundo de Pesca Submarina

pesca submarina hpPortugal renovou o título de Vice-Campeão do Mundo de Pesca Submarina com a sua participação no 29º Campeonato do Mundo CMAS que decorreu de 29 de Outubro a 2 de Novembro de 2014, no Peru. A Espanha venceu por equipas e individualmente.

A organização deste campeonato do mundo montou o centro de operações num hotel no centro de Lima, as saídas para ao mar e as pesagens em Santa Maria del Mar. O programa oficial começou no dia 29 de Outubro com a recepção das equipas participantes; no dia 30 de Outubro realizou-se a reunião técnica de capitães; a 31 de Outubro teve lugar a cerimónia de inauguração e desfile das delegações dos países participantes pela cidade de Lima; a 1 de Novembro a primeira jornada e 2 de Novembro a segunda jornada, entrega de prémios e cerimónia de encerramento.
Nesta edição do Campeonato do Mundo participaram 52 atletas em representação de 21 nações: Argentina, Austrália, Brasil, Bulgária, Chile, Colômbia, Croácia, Espanha, Estados Unidos da América, Finlândia, Grécia, Itália, México, Nova Zelândia, Peru, Portugal, Rússia, San Marino, Tahiti, Turquia, e Ucrânia.
Nos dias da competição, a alvorada foi às 6h00 da manhã, cada jornada teve a duração de 5 horas, com início às 10h00 já na respectiva zona de prova, a água apresentou-se com muito pouca visibilidade, entre 1 m e 1,5 m, o mar com muita força e em condições bastante duras para a prática da modalidade.
A primeira jornada foi disputada no Sábado, na zona de prova mais a Sul, entre Santa Maria del Mar, de onde saíram as embarcações com os atletas, e Pucusana. No Domingo teve lugar a segunda jornada, na zona mais a Norte, entre Santa Maria del Mar e Punta Arica.
Ambos os dias de prova apresentaram condições de mar muito difíceis, uma logística de apoio com algumas carências e saíram muito poucas capturas, com alguns atletas a não conseguirem pontuar no final das jornadas.
Os atletas nacionais recuperaram muito bem, na classificação individual de um 12º lugar do Jody Lot, do 16º lugar do Pedro Domingues e do 20º lugar do João Peixeiro e na classificação por equipas de um 5º lugar por nações, na primeira jornada para a seguinte classificação final:
Este Campeonato do Mundo teve a participação de três equipas nacionais, compostas por dois atletas, um titular e um timoneiro ajuda, com a seguinte constituição:
Atletas Titulares
Jody Lot
João Peixeiro
Pedro Domingues
Atletas Timoneiros/ ajudas
André Domingues (Reserva)
Carlos Lourenço
Rui Torres (Capitão de Equipa)
Portugal já venceu por equipas um Mundial e individualmente, um Mundial, dois Euro-Africanos, um Ibérico, um Atlantic Master e um Master de Palma. A Selecção Nacional é presença assídua nas provas internacionais, a nível Ibérico, nos Campeonatos Euro-Africanos e Mundiais.
O Campeonato do Mundo CMAS é uma competição de escalão etário Sénior, disputado pelo sistema individual e colectivo, em duas jornadas, com apoio de embarcações e reunindo um conjunto de atletas de renome, em representação das suas Selecções Nacionais.
A FPAS agradece a colaboração da NAUTEL - Humminbird, JBJF – Indústria, EMVIAGEM - Travel Solutions, entre outras empresas e instituições.


Classificação por Equipas:
1º Espanha
2º Portugal
3º Croácia
4º Itália
5º Chile
6º Grécia
Classificação Individual:
5º Pedro Domingues – 6ºJody Lot – 15º João Peixeiro

 

Legenda: Da esquerda para a direita, em cima Pedro Domingues, João Peixeira e Jody Lot. Em baixo Carlos Lourenço, Rui Torres e André.