barra-nautica

Sea of Portugal reforça presença na boot 2019

noitesea2019 foi um ano especial para a boot com a comemoração dos seus 50 anos de actividade. Uma das maiores feiras náuticas que decorre em Düsseldorf, na Alemanha, decorreu de 19 a 27 de Janeiro. Os números são mais uma vez impressionantes: 2.000 expositores, de 73 países diferentes, num total de 220 mil m2 quadrados, em 17 Pavilhões.
Quase 250.000 visitantes. 1.500 embarcações. Turismo Náutico, Marítimo-turísticas, Marinas, Mergulho, Charters, Aluguer/Venda de Embarcações, SURF, Kitesurf, Windsurf, foram algumas das actividades presentes, num evento transversal, que oferece soluções, produtos e serviços muito diferenciados, nas áreas da Náutica e dos Desportos Aquáticos, durante 9 dias, tudo no mesmo espaço.
 
Os portugueses aumentaram a presença e revelaram uma dinâmica clara para o sector. Despois das alterações ao Regulamento da Náutica de Recreio, no fim de 2018, espera-se mudanças no sector e a promoção e internacionalização pode e deverá contribuir para a dinamização da Náutica e dos Desportos Aquáticos.
 
O Sea of Portugal aproveitou a oportunidade, uma vez mais, para avançar em força, com a 4ª participação conjunta neste certame, onde entidades e operadores portugueses promoveram a náutica e o turismo náutico português.
 
Sea of Portugal em velocidade cruzeiro
 
O Sea of Portugal tem adoptado desde 2017, uma postura activa na promoção do mar e das actividades náuticas do país e trabalhado em rede dinamizando outros eventos, como o Mar em Português, que já vai para a terceira edição e que se tem realizado no Salão Nobre do museu Nacional de Arqueologia (Mosteiros dos Jerónimos), ou a conferência “A Náutica, desafios e oportunidades do momento”, promovida no decorrer da Nauticampo 2018.
 
A Náutica, o Turismo Náutico e os desportos aquáticos são estratégicos para o Turismo e para a economia Portuguesa. Através da promoção tem-se dado a conhecer no mercado internacional o que de melhor Portugal tem para oferecer: Avistamento de Cetáceos, Cruzeiros no Douro e ao longo da costa, Eco-resorts, Kitesurf, Mergulho, Surf e Surf Camps, Turismo Náutico (e de Natureza), Windsurf, Yacht Charters, etc.
 
A participação Portuguesa no âmbito do Sea of Portugal envolve uma marca umbrella, Stand, Comunicação Nacional/Internacional e Networking, com um grande enfoque no visitante da boot. O cliente internacional que procura a oferta Portuguesa, quer alternativas que incluam o contacto com a Natureza e a sua conservação, segurança, entretenimento variado, profissionalismo dos serviços e simplicidade na organização das suas férias. Os stands portugueses têm atraído, sobretudo, visitantes da Alemanha, Holanda, Bélgica, Grã-Bretanha e Espanha.
 
 
Boot 2019 mantem dinâmica de crescimento
 
Mantendo uma dinâmica de crescimento, tal como a Boot 2018 já havia registado, o Sea of Portugal marcou presença nos 50 anos da maior feira de náutica do mundo.
 
Em 2019 acompanharam o Sea of Portugal, 20 entidades, num total de 225 m2, distribuídos por três pavilhões: Pavilhão 3 (Mergulho), Pavilhão 8A (Trendsport), e Pavilhão 13 (Turismo Náutico). Como a feira é muito diversa, apresenta-se por Pavilhão e sector de uma forma temática, que potencia a presença dos expositores e optimiza a experiência dos visitantes.
 
A presença nestes três pavilhões ajudou a passar a mensagem dos expositores Portugueses. Durante nove dias, os expositores nacionais trabalharam na promoção dos seus serviços e produtos e na divulgação das regiões de origem.
Na edição de 2019, a comitiva do Sea of Portugal, que este ano inclui o Turismo de Portugal, é constituída por empresas e instituições de Norte a Sul do país que representam vários sectores como Avistamento de Cetáceos, Cruzeiros, Marinas, Marítimo-turísticas, Mergulho, Surf, Turismo Náutico, Yacht Charters, etc.
 
Da região do Algarve estivera, presentes a Associação de Turismo de Portimão, a Câmara Municipal de Vila do Bispo e as empresas DiversCape, Marina de Lagos, Ocean Revival, Ocean Respects, PuraVida Divehouse- Dive School & Accommodation, Subnauta, Summer Inspired e Wind4all. Do Norte rumaram até Düsseldorf a Câmara Municipal de Espinho, a Câmara Municipal de Esposende, a GoGo Kite Surf-GKS-Kite school, a Kook Proof e a Onda Magna. Já do centro, a representar Lisboa e Setúbal, estiveram a BoatCenter, Onshore Guide, a Palmayachts, o stand do Sea of Portugal e da Media 4U.
 
Turismo de Portugal participou este ano no espaço Sea of Portugal
 
Esta participação conjunta mantém o crescimento verificado todos os anos (de mais de 20% relativamente à edição anterior). Os bons resultados obtidos e a necessidade de fazer algo, tem ajudado a angariar novos participantes e a manter um grupo coeso, que dá força à participação conjunta e uma tendência clara de crescimento, com o aumento consecutivo de m2 e de n.º de expositores.
 
Decorreram pela segunda vez as Noites Sea of Portugal, que parecem ter ganho tracção e se revelam um momento único de networking e de fantástico convívio.
 
 
Sea of Portugal - Pela primeira vez no BeachWorld
 
Os expositores do BeachWorld beneficiaram da mudança operada em 2018, para o Pavilhão 8A.
As estatísticas confirmaram esta decisão com um aumento de visitantes, relativamente a 2017 e a 2018, que assistiram às espectaculares actividades da "THE WAVE".
 
Os desportos aquáticos e trend sports em particular, são cada vez mais praticados e apelam a um público jovem, que inicia assim a sua relação com a água e que de forma natural faz a sua evolução para a Náutica. A boot vê de forma natural esta relação e estimula os mais jovens a interessarem-se por tudo o que esteja ligado com a água, não fosse a sua assinatura: 360º Água.
 
Em 2019 o Sea of Portugal esteve pela primeira vez no Pavilhão 8A (BeachWorld), com 124m2, onde o Turismo de Portugal que participou este ano no espaço Sea of Portugal, a Câmara Municipal de Vila do Bispo, a Summer Inspired e Wind4all, do Algarve. A Câmara Municipal de Espinho, a Câmara Municipal de Esposende, a GoGo Kite Surf-GKS-Kite school, a Kook Proof e a Onda Magna, da região Norte, puderam beneficiar da excelente dinâmica do Pavilhão dos trend sports e falar na primeira pessoa com o seu público-alvo.
 
A THE WAVE (onda estacionária com 1,50 m de altura e 9 m de largura), teve mais uma vez a marcar presença, a Joana Schenker, patrocinada pela Câmara Municipal de Vila do Bispo, que permitiu esta iniciativa. A Joana Schenker esteve pela terceira vez a promover Vila do Bispo/Sagres, bem como as condições únicas de Portugal para o Bodyboard e Surf, que beneficiaram desta presença pela primeira vez no Pavilhão 8A.
 
 
Novo recorde em edição do 50.º aniversário
 
A boot funciona como catalizador e força motriz da indústria e do sector, sendo o maior evento náutico do mundo, os expositores têm uma oportunidade única de participar e dinamizar a sua presença, chegando aos seus clientes e parceiros, de forma directa e contribuindo para que a boot seja cada vez mais impactante.
 
Foi o que vimos mais uma vez em ano de recordes. Os negócios correram bem e o contacto com os visitantes e entusiastas da náutica / desportos náuticos também. 
 
O CEO da Messe Düsseldorf, Werner Matthias Dornscheidt resumiu as suas impressões da seguinte forma: “Tenho estado em vários eventos em Düsseldorf, mas esta boot foi única. Uma atmosfera fantástica pavilhão, após pavilhão, as pessoas em mode de férias nos stands e expositores muito satisfeitos. O que significa que atingimos definitivamente o nosso objectivo: todos terão uma lembrança fantástica desta edição maravilhosa do aniversário.”
 
 
boot em números: Liderança mundial confirmada
 
A boot Düsseldorf 2019 estabeleceu um novo recorde com quase 2.000 expositores, de 73 países diferentes apresentaram iates, barcos e acessórios para todas as actividades de desportos aquáticos, num total de 220 mil m2 quadrados, em 17 Pavilhões. 
 
Quase 250.000 visitantes (247.000 Visitantes em 2018) de 100 países visitaram a edição deste ano. A feira também conseguiu aumentar o número de visitantes internacionais. Sendo os principais emissores (exceptuando a Alemanha): Países Baixos, Bélgica, Reino Unido, Suíça e Itália.
 
Mais de 2.000 jornalistas fizeram a cobertura a partir da boot. 100.000 Pessoas passaram pela sensação de surf a THE WAVE e 1.500 surfistas surfaram sozinhos, experimentando a onda estacionária com 1,50 m de altura e 9 m de largura.
 
O Director da boot, Petros Michelidakis explica: "Os expositores falam-nos dos negócios e contactos feitos. A boot é claramente uma plataforma de negócios de primeira classe. A grande oferta de destinos de viagem do Travel World também atraiu muitos visitantes.”
 
Segundo Jürgen Tracht, Director da Associação da Indústria Alemã de Desportes Aquáticos (BVWW): “A indústria está muito optimista e expectante em relação à próxima época”. Revelou também que a tendência para barcos maiores com mais de 12 metros é acompanhada pela procura de barcos mais pequenos e ágeis – no que diz respeito a embarcações a motor e à vela. Há também uma forte procura de barcos multicasco, que esteve em evidência no Pavilhão 15 da boot. Jürgen Tracht acrescentou ainda: “Espero que a boot 2019 funcione como estimuladora e força motriz para a indústria no geral. Os membros da Associação ficaram impressionados com a qualidade e a origem dos visitantes interncaionais.”
 
A boot é um evento forte no B2B, indo ao encontro dos visitantes, bem como um evento que mostra as tendências dos desportos aquáticos ao público em geral.
 
Os Decision-makers das maiores companhias de Charters, por exemplo, usam a feira para ficar com uma visão abrangente do mercado, para estabelecer contacto directo com os fabricantes e para fazerem comparações entre eles.
De certa forma também porque os Charters são cada vez mais populares entre os visitantes da boot e uma verdadeira tendência da indústria. A oferta foi imensa para quem queria escolher. 1.500 embarcações estiveram em exposição, por isso foi possível aos visitantes verem, compararem e decidirem qual o barco ideal para as suas férias, durante a feira.
 
 
Mar é estratégico para Portugal
 
A Náutica, o Turismo Náutico e os desportos aquáticos são estratégicos para o Turismo e para a economia Portuguesa, pelo que através da sua promoção dá-se a conhecer e viabiliza-se junto do mercado internacional, o que Portugal tem de melhor para oferecer neste sector. O Sea of Portugal tem permitido comunicar de forma assertiva e eficaz a oferta dos operadores portugueses que actuam neste sector.
 
É imperativo dar a conhecer a vasta costa portuguesa, os rios e lagos que associados à natureza e história, fazem de Portugal um destino imperdível para os amantes da náutica, desportos e turismo náutico. Uma presença regular, permite construir uma relação de confiança e de credibilidade junto dos visitantes da boot que já têm uma perspectiva de Portugal muito positiva.
 
O sector de náutica de recreio tem registado, nos últimos anos, um crescimento em Portugal, assente numa conjuntura de forte procura internacional, reflectida na evolução do número de embarcações e lugares de amarração verificado ao longo dos anos. As alterações introduzidas, no fim de 2018, ao Regulamento da Náutica de Recreio, são percepcionadas como positivas e poderão ser o impulso que esperávamos. Também os desportos náuticos apresentam um crescimento, apoiado numa oferta mais estruturada e numa maior divulgação das condições naturais da nossa costa.
 
Passo a passo, é preciso trabalhar no objectivo de ajudar as empresas na internacionalização do turismo náutico e a fazer negócios lá fora.