barra-nautica

Teste Marian 700 Mar com Honda BF60 fez boas performances

marian mar hpO Marian 700 Mar que testámos na Figueira da Foz, com a consola de condução à popa e motorizado com o Honda BF60, é uma boa proposta do estaleiro Marian Boats como barco de trabalho para diferentes fins, desde a pesca profissional, às actividades marítimo-turísticas, ao transporte de passageiros. (Leia o teste completo na página 26 a 32 do Notícias do Mar nº 335 de Novembro)

Com este casco de 7,00 metros, a Marian Boats pode servir bem diferentes tipos de clientes profissionais, pois é um casco rápido, estável e cala muito pouco.

O Marian 700 Mar, com a consola de condução à popa, é a solução mais segura para servir como uma embarcação de trabalho.

Sabemos muito bem, como os pescadores profissionais são muito conservadores e defendem, por vezes intransigentemente, o que é tradicional e têm muito pouca vontade de experimentarem outros métodos de trabalho.
Qualquer embarcação acima dos 6,00 metros, mesmo os semirrígidos, com motor fora de borda conduzido com punho, exige maior controlo e esforço ao condutor e torna-se instável a grandes velocidades.
A solução de incorporar uma consola de condução junto da popa já é utilizada por muitos pescadores profissionais, mas ainda há muitos que preferem o motor com punho. Com a consola à popa, fica todo o espaço no interior livre para colocar caixas ou covos.bf60
Neste modelo da Marian, foram montados quatro bancos corridos à frente da consola, para servirem de transporte de passageiros, com capacidade para doze pessoas.

 

Motor Honda BF60

O Honda BF60 é um motor que incorpora as mais recentes tecnologias de ponta da Honda. Trata-se de um 4 tempos com 3 cilindros em linha, SOHC, com 998 cm3 de cilindrada e 4 válvulas por cilindro.
Dos sistemas introduzidos, salientamos o PGM-Fi, a injecção electrónica programada multiponto de combustível, com um controlo de precisão da injecção do combustível, através de uma unidade electrónica de controlo, que proporciona um superior controlo da combustão proporcionando um arranque rápido com uma resposta imediata do acelerador e reduzindo muito o consumo do combustível.  
Também destacamos o ECOmo, um sistema de combustão de queima pobre que, em velocidade de cruzeiro, em rotações entre as 3.000 rpm e 4.500 rpm, aumenta ainda mais a economia do consumo.
A tecnologia BLAST é outra muito importante, pois consegue aumentar o binário a baixa rotação, permitindo um arranque imediato nos primeiros 50 metros, para os barcos planarem rapidamente.
Outra nova tecnologia, o Trolling Control, está aplicada neste motor. Destina-se principalmente para os pescadores fazerem a pesca ao corrico ou paras manobras a baixas velocidades.

 

O Marian 700 descolou rápido da água e teve um desempenho seguro e estável

Com cinco pessoas a bordo, o teste foi efectuado no rio Mondego em águas calmas e também saímos a barra onde havia já alguma vaga e vento.
O grande poder de aceleração do motor Honda BF60 associado á facilidade de descolagem do casco do Marian 700, permitiu o barco planar em apenas 1,75 segundos, numa planagem quase instantânea.
Como este modelo é um barco de trabalho, é importante a distribuição do peso de passageiros mais à frente ou mais atrás, para o barco atingir maiores performances.
A característica do casco comprovou-se igualmente no teste de velocidade mínima a planar, conseguindo-se estabiliza o barco a planar com apenas 8,1 nós às 3.200 rpm.
Na aceleração às 5.000 rpm, chegámos aos 18 nós em 7,30 segundos.
No que respeita à velocidade máxima, atingimos os 28 nós às 6.200 rpm, desempenho que consideramos muito bom para este tipo de barco com a motorização de 60 HP.

 
Preço base do barco/motor: 16.130 e +IVA