ONE cresce 30%

oneA OCEAN NETWORK EXPRESS (ONE) Portugal cresceu 30% nos primeiros doze meses de atividade, face ao período homólogo do ano anterior da operação da antiga K. Line(Portugal). A ONE que nasceu da fusão de três armadores japoneses – KAWASAKI KISEN KAISHA (K. LINE), MITSUI O.S.K. LINES (MOL) e NIPPON YUSEN KABUSHIKI KAISHA (NYK), transportou em Portugal, durante este período, 60 mil TEUS. Este crescimento do mercado português resulta sobretudo da rota Ásia-Europa.
A empresa mantém os serviços já disponibilizados pela K. Line Portugal, bem como a aposta no serviço short sea, que lhe tem permitido conquistar cada vez mais clientes do mercado marítimo de curta distância no norte da Europa e na Escandinávia, onde a empresa continuará a investir. O mesmo se aplica ao serviço de deep sea, que em Portugal cresceu, essencialmente, para o mercado dos Estados Unidos da América e do Extremo Oriente. 
 
Para o próximo ano, Isabel Azeredo, country head da ONE Portugal, refere que as perspetivas para o próximo ano de operação são ”animadoras”. Porém, há desafios a ter em conta. “Desde logo, precisamos aumentar a capacidade dos portos, adequando as infraestruturas e equipamentos ao aumento da dimensão dos navios; mais agilidade e rapidez na decisão e execução, como forma de não perdermos o momento e a oportunidade de quem quer investir na nossa indústria. Queremos trazer navios de maior capacidade quer para Lisboa, quer para Leixões, assim como continuar a operar no Porto de Lisboa, sendo necessário garantir estabilidade neste porto. Impõe-se ainda um serviço ferroviário mais eficiente, dinâmico e competitivo num mercado mais concorrencial.”