2ª edição do Mar em Português decorre dia 23 de Outubro nos Jerónimos

A economia do mar em geral, a Náutica, a I&D, a energia, a soberania, a sustentabilidade, a periferia, o crescimento azul, mas acima de tudo a partir do presente projetar o futuro, são os objetivos da 2ª edição da conferência “Mar em Português”.
A 2ª edição da conferência “Mar em Português” vai decorrer no dia 23 de Outubro no Salão Nobre do Mosteiro dos Jerónimos, que uma vez mais irá abordar o mar como ponto estratégico no crescimento económico do país. Após o sucesso do ano anterior onde se juntaram mais de 150 participantes, esta conferência visa debater o futuro do mar português, pelo que irão ser apresentados case-studies, tendências e as melhores práticas do setor.  
Este evento conta com a organização do Jornal Notícias do Mar, Media 4U, empresa de eventos, e do Sea of Portugal, participação conjunta na BOOT- feira internacional de náutica e desportos náuticos.
 
Durante um dia várias entidades e personalidades irão abordar temas transversais relacionados com a economia do mar, numa lógica construtiva e a olhar para o futuro.  
O Mar é consensualmente estratégico pelo que é necessário definir os passos seguintes. Com esta conferência pretende-se fazer um ponto de situação do potencial e da riqueza do Mar e do seu futuro. 
As “Oportunidades e Desafios do Turismo Náutico em Portugal” será um dos temas onde irão ser abordadas as vantagens e as oportunidades de Portugal no panorama global e Europeu. As várias opções e ofertas, como trabalhamos o posicionamento, na promoção e face à concorrência, etc. Segue-se “A Centralidade de um País Periférico”, com questões ligadas às vantagens e oportunidades de Portugal no panorama global e Europeu. O alargamento do canal do Panamá, a nossa localização estratégica (embora periférica no mapa Europeu), as rotas Sul/Norte, os serviços de valor acrescentado, Transhipment, etc.
Miguel Marques, partner da PwC, irá conduzir a mesa redonda subordinada ao tema “Processos Azuis no Contexto Internacional”, com enfoque nos bons exemplos de Portugal no panorama global.
Do programa referência à apresentação sobre a Extensão da Plataforma Continental, a prospeção feita pelo ROV e a identificação dos recursos vivos e não vivos, bem como a mesa redonda “Fazer em Português”, onde se vai debater o papel que Portugal tem tido e poderá ter no sector da construção naval e estaleiros.
 
Trata-se de um evento gratuito, dependente de inscrição prévia.
Confirmar sff a sua presença: nome + contacto (+ cargo + empresa, se aplicável), para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

2ª edição do Mar em Português decorre dia 23 de outubro

1 mareA economia do mar em geral, a Náutica, a I&D, a energia, a soberania, a sustentabilidade, a periferia, o crescimento azul, mas acima de tudo a partir do presente projetar o futuro, são os objetivos da 2ª edição da conferência “Mar em Português”.

ISQ participa no projecto Windfloat

eolicoO ISQ participa no projecto Windfloat, o primeiro parque eólico flutuante que está a ser instalado em Viana do Castelo na sua versão pré-comercial.

Ferry entre Portimão e Funchal assegura o "princípio de continuidade territorial"

1 anapA Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, esteve esta terça-feira no Porto de Portimão para a cerimónia de receção ao ferry "Volcán de Tijarafe", que iniciou recentemente as ligações semanais entre o Funchal, na Madeira, e Portimão, no Algarve.

DGRM reforça equipa

1 dgrm 1A DGRM - Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos viu a sus equipa reforçada após a admissão de Técnicos Superiores nas áreas de Engenharia Naval, Pilotagem e Radiotécnica.

Fundo Azul atribuído na área de Energia das Ondas

mar 3 hpO Fundo Azul, mecanismo de financiamento do Ministério do Mar, vai apoiar seis projetos inovadores, na área da Energia das Ondas, envolvendo um montante total de investimento elegível de 1,2 milhões de euros a que corresponde uma comparticipação nacional de 924 mil euros.

Volvo Penta define 2021 como o prazo para introduzir a energia elétrica

1 eletromobilidadeCom o objetivo de se tornar uma força motriz em soluções de energia sustentável, a Volvo Penta está totalmente empenhada em oferecer soluções elétricas nos segmentos marítimo e industrial até 2021.

AkzoNobel fecha contrato com o gigante armador Nakilat

1 azoA AkzoNobel fechou um contrato de dois anos para continuar a fornecer o premiado revestimento Intersleek 1100SR à Nakilat, companhia de transporte marítimo do Qatar (Qatar Gas Transport Company Ltd).

Porto de Setúbal divulga Projeto da Janela Única Logística

1 pstO Porto de Setúbal realizou ações de divulgação no âmbito do Projeto da Janela Única Logística (JUL),em 4 e 11 de maio, no auditório do edifício sede. O objetivo passou por apresentar o ponto de situação do projeto às áreas internas da empresa bem como às entidades externas ligadas à comunidade portuária, uma vez que o projeto se encontra na sua segunda fase, e até ao final de 2018 será implementado o 1º piloto, na APRAM – Administração dos Portos da Região Autónoma da Madeira.