barra-surf

Triunfos de Tiago Évora e Pedro Fortuna no Grande Prémio de Peso da Régua

pedrofortuna hpFoi sob altas temperaturas que se desenrolou a terceira jornada do Campeonato Nacional de Motonáutica, nos passados dias 10 e 11 de Agosto, em Peso da Régua, no Rio Douro, com as vitórias de Tiago Évora e Pedro Fortuna.

Pelo segundo ano consecutivo, o Cais de Turismo do Peso da Régua acolheu uma etapa do desporto náutico motorizado, nas classes T 850 (monocascos), F4 (catamarans) e PR 750 (semi-rigidos) numa organização do Município e da Federação Portuguesa de Motonáutica. Destaque para a presença neste Grande Prémio de Duarte Benavente, único piloto português a competir há mais de duas décadas no Campeonato do Mundo de Fórmula 1, que durante o intervalo das mangas efectuou demonstrações ao comando do seu F1, e que atraiu a curiosidade do público presente. Refira-se que esta importante competição Mundial passou também por Portugal, mais concretamente por Portimão, durante 13 anos consecutivos, e é considerada o mais alto expoente da modalidade. O programa deste G.P. arrancou, no sábado, dia 10, com uma acção de formação e jornada do Campeonato Nacional da Fórmula Futuro, que contou com a participação de cerca de 40 inscritos, com idades compreendidas entre os 8 e os 18 anos. Vindos do Concelho do Peso da Régua, Lisboa, Caldas da Rainha e Resende.

 

Classes T 850 e PR 750 Nos T 850

Tiago Évora regressou às vitórias e assegurou o primeiro lugar nas duas mangas realizadas, num Grande Prémio em que se destaca a participação de cinco jovens vindos da Fórmula Futuro, a classe de iniciação à modalidade, e que inclusive conquistaram lugares de pódio. Casos de Álvaro Leite, segundo classificado e o principal perseguidor durante toda a corrida do líder Tiago Évora, e Diogo Câmara, que concluiu na terceira posição. António Rodrigues que fez a sua estreia nesta classe de competição, em Peso da Régua, mostrou uma condução regular. Já Micael Oliveira e Guilherme Vila Verde competiram nos PR 750 com este ultimo a sagrar-se vencedor da categoria.

 

Classe F 4

Pedro Fortuna continua imparável na corrida rumo à renovação do Titulo de Campeão Nacional dos F4. Apesar da intensa perseguição protagonizada por Paulo Raposo na segunda manga, que proporcionou momentos de elevada adrenalina, Pedro Fortuna não desarmou e, apesar dos escassos dois segundos de diferença, foi o primeiro a cortar a bóia de meta. No último lugar do pódio posicionou-se João Garcia, numa etapa marcada pela desistência de Luis Miguel Ribeiro, por problemas mecânicos, quando estavam decorridas nove voltas da manga inicial, e dos pilotos Luis Vila Verde, Rui Oliveira e Arnaldo Magalhães impedidos de alinhar na sequência de um incidente num cabeço numa das margens do rio que provocou danos nos respectivos conjuntos.

 

Fórmula Futuro

Foi notório o interesse dos participantes em conhecer mais sobre a prática deste desporto náutico motorizado que tem vindo a ganhar visivelmente novos entusiastas. Saliente-se a presença assídua em todas as etapas já realizadas de 14 jovens do Clube Náutico de Caldas de Aregos que têm contribuído para a dinamização desta classe de iniciação, com alguns dos atletas a mostrarem grande apetência e à vontade ao comando de uma embarcação, prevendo-se que daí advenham futuros pilotos para as classes de competição, um dos objectivos primordiais da Fórmula Futuro.

 

Classificações

T850: 1.º Tiago Évora (Number One); 2.º Álvaro Leite; 3.º Diogo Câmara; 4.º António Rodrigues PR 750: 1.º Guilherme Vila Verde; 2º Micael Oliveira F4: 1.º Pedro Fortuna (Cimpor/Eni/Vaganautica); 2.º Paulo Raposo; 3.º João Garcia (Fernanpeças) Classe 1 (8 – 9 anos) 1.º Rodrigo Loureiro Tuna; 2.º Pedro Rainho Pereira; 3.º Matilde Mesquita Pinto Classe 2 (10 – 11 anos) 1.º Gabriela Vasconcelos Guimarães; 2.º Hugo Miguel Piedade; 3.º Gonçalo Lourenço Teixeira Classe 3 (12 – 13 anos) 1.º Pedro Rafael Cardoso; 2.º William Júnior Dias; 3.º Leonardo Manuel Rabaça Classe 4 (14 – 15 anos) 1.º Tiago Rainho Pereira; 2.º Inês Alexandra Pereira; 3.º Vasco Miguel das Neves Classe 5 (16 anos) 1.º Álvaro António Leite; 2.º João Carlos Sá; 3.º António Filipe Rodrigues