barra-nautica.jpg

Red Bull Diving World no Texas

ra cliff hpCom condições climatéricas difíceis, a terceira etapa do Red Bull Cliff Diving World Series reuniu no Texas (EUA) este fim-de-semana os melhores saltadores do planeta. Nos homens Hunt, Duque e Silchenko fizeram um pódio de campeões. Na estreia do setor feminino, a defensora do título – Rachelle Simpson - jogou em casa e mostrou que continua no topo.
O britânico Gary Hunt continua imbatível no Red Bull Cliff Diving World Series, depois de conquistar no Texas este fim-de-semana (30 de maio) a sua terceira vitória consecutiva esta época. Perante condições climatéricas difíceis que obrigaram a organização a alguns ajustes no calendário da competição, Hunt voltou a mostrar muita confiança e consistência nos seus saltos - como aliás o demonstrou a mais elevada pontuação do dia atribuída pelos juízes no conjunto dos vários saltos. Desta forma, o inglês voador está na rota perfeita para conquistar o seu quinto título mundial: “Conseguir três vitórias em três etapas é uma sensação fantástica e significa que tudo está a correr às mil maravilhas. No passado cheguei a conseguir quatro triunfos consecutivos e agora o meu objetivo é bater este recorde, acho que estou no momento certo para o atingir”.
O veterano Orlando Duque continua a mostrar que neste desporto a experiência é um dos valores mais preciosos. O segundo lugar conquistado no Texas provou isso mesmo, num autêntico pódio de Campeões que ficou completo pelo russo Artem Silchenko. 
Na muito aguardada estreia do setor feminino – uma disputa que terá continuidade na etapa portuguesa do Red Bull Cliff Diving World Series – também foi a atleta mais cotada que dominou as atenções. Contando com o apoio do seu público, já que é natural do estado do Texas, Rachelle Simpson deixou claro que está em condições de revalidar o título conquistado no ano passado: “A competição foi um pouco dura até devido à incerteza do tempo. Estou contente com a minha vitória e também porque verifico que o nível da competição feminina está a subir e isso é muito importante.” 
A próxima etapa do Red Bull Cliff Diving World Series viaja no dia 20 de junho até Copenhaga, na Dinamarca, onde a competição vai ser disputada a partir do telhado da Casa da Ópera.
 
 
Foto: Romina Amato - Red Bull Contentpool

Mar em Português em debate nos Jerónimos